Mercado de estética demanda por profissionais capacitados

Vaidade, no Brasil, sempre foi sinônimo de bons negócios. Com um faturamento em torno de 42 bilhões de reais por ano*, o país ocupa a quarta posição no ranking de maior mercado de beleza do mundo, perdendo apenas para Japão, China e Estados Unidos. Pesquisas mostram que 83% das entrevistadas, mesmo as mais cautelosas com o orçamento, não abririam mão de seus cuidados com a estética.

Entretanto, quando o país está em crise, todos os setores sentem o impacto e nem mesmo a indústria da beleza fica imune. E o único meio de se manter em crescimento é por meio de estudo e treino contínuo. Somente assim, estando preparada e atualizada, você irá conseguir vencer a concorrência e conquistar seus clientes. Utilizando-se de alguns truques é possível sim, driblar a crise e conseguir bons resultados, principalmente financeiros, ao final do mês!

A mais importante dica é também a que mais ouvimos por aí, mas é a mais pura realidade: seja o melhor naquilo que você faz. Amar o seu trabalho e fazê-lo com prazer é 50% do que precisamos para fazer com excelência. A outra metade está no conhecimento. Entenda o que você faz e aprimore-se sempre, nós nunca aprendemos tudo, técnicas e produtos novos surgem a todo momento e nós precisamos estar atentas à essas novidades. Encare os cursos, workshops e palestras como um investimento e estude o máximo que puder. Especialize-se! Observe as oportunidades e explore nichos ainda pouco, ou nada, trabalhados. Conheça o seu público alvo e aprofunde-se nas técnicas que você oferece. As opções são inúmeras, basta saber inovar para entregar um serviço único e personalizado.

Aproveite essa dica e dê a volta por cima para ficar longe da crise!